• Patricia Viciana

🐳 Porto Madryn - 🐧 Santuário da Vida Marinha 🐋

Lagos , geleiras , animais selvagens , e bastante aventura ajudam a compor cenários desta viagem .

Em Puerto Madryn facilmente você encontrará baleias , leões marinhos e pinguins , o que fazem dessa cidade argentina um destino ecológico imperdível !!



Elefante Marinho

Localização : América do Sul - Argentina

Puerto Madryn ,Trellew , e Península Valdés ficam no litoral da província de Chubut , e são a porta de entrada para a Patagônia Argentina .

Puerto Madryn fica a 1300km de Buenos Aires .

Ushuaia é conhecida como a “La Ciudad del fin del Mundo”, fica no arquipélago da Terra do Fogo , no extremo sul da América do Sul , por isso conhecida como "fim do mundo". Localizada em uma colina íngreme e sujeita a ventos muito fortes, a cidade é cercada pela cordilheira Martial e pelo Estreito de Beagle.

El Calafate é a porta de entrada para conhecer o Glaciar Perito Moreno . Fica próximo do Parque Nacional Torres del Paine , no Chile .

Há agências em El Calafate que fazem o tour de 1 até Torres del Paine . É cansativo e a maior parte do dia você passará viajando numa van, mas não deixa de ser uma opção prática para quem não dispõe de tempo .

El Chaltén é o destino mais procurado para quem gosta de fazer caminhadas .



Pinguins de Magalhães



Onde ficar ? Trelew ou Puerto Madryn ?

Antes de escolher qual cidade se hospedar , tenha sempre em mente que as distâncias na província de Chubut são enormes . Perde - se muito tempo no deslocamento entre um passeio e outro , e esse fator deve ser levado em consideração na hora da reserva do hotel .

Trelew é uma cidade maior que Puerto Madryn , mas a estrutura turística em Puerto é relativamente melhor e com mais opções de hotéis e restaurantes .

Puerto Madryn está a 65 km de Trelew (1 hora de viagem).

Trelew fica mais próximo a Punta Tombo , um dos passeios mais legais da região . Já Puerto Madryn fica pertinho do mergulho com os leões marinhos e mais perto da Península Valdés e de todos os outros passeios de observação de animais selvagens .

Pode ser uma boa opção dividir o tempo da sua estada entre as 2 cidades , ficando uma noite em Trelew para fazer o passeio até Punta Tombo e reservando as seguintes noites em Puerto Madryn.



Leões Marinhos



Puerto Madryn

Declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco , é o balneário mais famoso do sul da Argentina .

Foi fundada por imigrantes do País de Gales no ano de 1865 . A cidade fica junto ao Oceano Atlântico viu o desenvolvimento chegar no século 20 graças a construção de um porto e a instalação de uma base produtora de alumínio .

A cidade além de oferecer a melhor infra - estrutura da região , é plana , o centro é pequeno e tudo pode-se fazer a pé . Os pontos principais são o Muelle Alte Luis Piedrabuena (o cais e plataforma), a Costanera (avenida beira mar) , 25 de Mayo, Julio Argentino Roca, Belgrano e Mitre .

A fauna da Patagônia Atlântica é o grande atrativo dessa região , fique atento as temporadas de baleias e pinguins .

- Observação de Baleias - Entre Setembro e Dezembro , Puerto Madryn recebe no seu litoral a visita das baleias francas-austrais (Eubalaena australis) . O tour de Observação de Baleias é muito organizado e conta com guias especializados que enriquecem a atividade.

** Dica: Depois de realizar o tour de observação de baleias, você pode reservar um tour à Playa El Doradillo ou uma atividade de caiaque no Golfo San José para ver de outros ângulos à esses gigantes marinhos encantadores.

- Punta Tomb0 - A maior colônia continental de pinguins de todo o mundo . A cerca de 180 km de Puerto Madryn se encontra essa reserva - uma “pinguineira” onde mais vivem mais 500 mil pinguins da espécie Magalhães .

- Península Valdés - Verdadeiro santuário da vida marinha e terrestre , local onde se vêem baleias .





Passeios e Atividades :


🐧 - Estância San Lorenzo : Se você gosta na vida do campo , essa pode ser uma ótima opção para conhecer a cultura e fauna local .

Fica ao norte da Península Valdés , e pode ser combinado com a navegação em Puerto Pirámides . Instalada há mais de 14 anos em um antigo galpão , a estância também oferece um breve tour pelo centro de informações seguido por uma caminhada de 40 minutos pela “pingüinera” e um mini-trekking para conhecer a flora da região . O programa termina com um almoço típico: cordeiro patagônico , acompanhado de uma bela tábua de queijos , embutidos e azeitonas . As bebidas são cobradas a parte .

A temporada na Estância San Lorenzo segue o mesmo calendário dos pingüins , ficando aberta apenas de Setembro até o final de Abril.


Distâncias : A Estância San Lorenzo fica a 160 km de Puerto Madryn (3 horas de viagem). De Trelew serão 4 horas.


💰U$ 14 dólares (valor da entrada na Península Valdés ) + o custo do transporte e o almoço .




Estancia San Lorenzo




- Punta Loma : Reserva de leões marinhos.

Mergulhar com os leões marinhos , ao lado de

guias experientes . Para mergulhar nas águas transparentes da “lobería” de Punta Loma usam -se roupas de neoprene , e snorkel junto .


Distância : Puerto Madryn está a 65 km de Trelew (1 hora de viagem).


💰 = U$ 85 (só do mergulho )









🐧 - Punta Tombo : Considerada a maior colônia reprodutiva de pingüins da Patagônia , tem mais de 400 mil casais de pingüins de magalhães , que nadam desde a costa do Rio de Janeiro até o litoral da Patagônia para viver ali entre os meses de setembro a abril , período de reprodução da espécie .

O passeio por Punta Tombo começa no pequeno museu que conta detalhes sobre a fauna local . Depois por trilhas de quase 3 km de passarelas , chega-se a 2 mirantes de frente ao mar .


Distância: saindo de Trelew , são + de 2 horas de estrada (110 km) . De Puerto Madryn são quase 3h15 de percurso (174 km) .


💰 = entrada da Pinguinera : U$ 8




Guanacos e Pinguins


Pinguinera





Pinguins de Magalhães


🐋 - Puerto Pirámides : Berçário das baleias

De junho até dezembro , as baleias “franca austral” saem das águas geladas da Antártida e seguem até o golfo Nuevo , perto de Puerto Pirámides na Península Valdés , para curtir alguns dias de verão ao lado de seus filhotes . Dizem que esse é o único ponto com garantia de que as baleias vão aparecer durante sua navegação .

De março a abril é a época das baleias orcas darem seus primeiros sinais neste golfo da Argentina .


Distâncias : São 90 km (1h50) desde Puerto Madryn , e 160 km (quase 3 horas) desde Trelew .


💰= U$ 73 para estrangeiros no barco simples (não inclui o valor do transporte de Puerto Madryn ou Trelew até Puerto Pirámides)




Para ir mergulhar , um trator coloca o bote nas águas geladas do Oceano Atlântico










🐬 - Puerto Rawson : Ponto de encontro dos golfinhos .

Após 1 hora de navegação as “toninas”, uma espécie da família dos golfinhos típica dessa altura do Atlântico surgiram no nosso trajeto . Muito rápidas que para conseguir fotografá-las torna - se um desafio .


Distâncias. São 35 km de Trelew (40 minutos de viagem) e 120 km de Puerto Madryn (1h30).


Quanto custa? 39 dólares + transporte





** Em Punta Delgada ou Punta Cantor , na Península Valdés , partem passeios para avistar elefantes marinhos (parentes próximos dos leões marinhos) . Em Punta Norte , é possível ver de perto lobos marinhos e orcas , dependendo da época do ano .

De Puerto Madryn também partem alguns tours que duram o dia todo e seguem até o Dique Florentino Ameghino .

Para chegar a esta parte da Patagônia Argentina, você precisará voar a Buenos Aires e de lá para Trelew (com a Aerolineas Argentinas) ou Puerto Madryn (com a low-cost regional Andes) . *** Atenção : nem todos os buscadores de passagens aéreas retornam Puerto Madryn como opção de ponto de chegada à Península Valdés .



Quando ir ?

A alta temporada na Patagônia vai de Novembro até a primeira quinzena de Março , sendo janeiro e fevereiro os meses mais concorridos . Neste período o número de turistas aumenta, os preços sobem , os dias ficam mais longos e a temperatura menos congelante , ideais para as atividades ao ar livre .

Durante o inverno o cenário e as paisagens mudam ... A neve começa a encobrir as montanhas .

No final de Abril , Maio , Junho e Julho o mal tempo pode prejudicar os passeios .

Em Setembro e Outubro a temperatura volta a ficar mais agradável .

*** Dica : A segunda quinzena de Outubro é uma época boa para fugir das multidões , dos preços altos , e , ainda do tempo ruim!!!!!

Apesar de ser a beira mar , o clima é bastante seco e com grande amplitude térmica. No verão as temperaturas chegam a 30ºC e a noite caem bruscamente . No inverno , de maio a setembro , o frio é bastante intenso , às vezes com temperaturas negativas .



Mas se seu objetivo é ver os animais , programe-se :

✔️ TEMPORADA DE BALEIAS FRANCA AUSTRAL : Junho a Dezembro


✔️ TEMPORADA DE ORCAS : Outubro a Abril


✔️ TEMPORADA DE LEÕES MARINHOS : ano todo


✔️ TEMPORADA DE PINGUINS : Setembro a Fevereiro











Como chegar ?

  1. Partindo de São Paulo pode - se pegar um vôo com destino a Buenos Aires, e de lá ir para Trellew , Ushuaia , El Calafate .

Do aeroporto de Trelew saem trânsfers privados até Puerto Madryn com a empresa Transfer Aeropuerto.

** Fique atento , pois as empresas tem dias específicos para fazer determinadas rotas !!!


*** Dica de Roteiro :

Para incluir Ushuaia , El Calafate e El Chaltén em um mesmo roteiro da Patagônia Argentina , é necessário pensar com bastante atenção na logística .

É mais prático combinar as cidades da Patagônia Atlântica em uma viagem pela região dos lagos (Bariloche, San Martín de los Andes e Villa la Angostura), do que com os outros.






Como se locomover?

O transporte público é limitado . Para fazer os passeios de maneira mais cômoda , você vai precisar de agências locais/receptivos que organizam os tours e resolvem a questão do deslocamento .

A maioria das agências fica na Avenida Roca e os valores não variam muitos entre elas .


E o aluguel de carro ? É viável ?

As distâncias são muito longas e as estradas são monótonas . A vegetação é bem rasteira e as retas não terminam nunca , os percursos podem ser bem entediantes , causando sono ao motorista . Caso escolha essa opção , leve um bom GPS offline , pois , apesar da sinalização , a maioria dos trechos das estradas não tem cobertura de sinal de celular ou internet .

Porto Madryn é plana , fácil de andar a pé e tudo fica pertinho .Se precisar , tem ônibus que cruza a cidade .










Moeda :

Pesos argentinos .

Existem casas de câmbio , mas pode - se fazer câmbio em um dos vários bancos que estão ruas Roque S. Pena , 25 de Mayo , Mitre e 9 de Julio .

Leve reais ou dólares.




Guanacos e pinguins na praia !!!




Quanto tempo ficar em Porto Madryn ?

Em 3 dias inteiros dá para conhecer a cidade toda , e fazer os passeios para Punta Tombo e Península Valdés .












Hotelaria :

Existem diversas opções para todos os gostos e bolsos .

Para quem quer ficar hospedado a beira mar ,

veja o Hotel Territorio e o Costanera Hotel .

O Hostel El Gualicho , é também agência de turismo é bem recomendado .

Outras opções bem localizadas são La Tosca Hostel , Loica Hostel .




Pinguim bebê



Alimentação :

Por ser uma cidade portuária , você vai achar variedade de peixes e frutos do mar . Mas , o tradicional cordeiro assado não falta no menu . Pela orla , diversas barraquinhas de cachorro quente .

Existem muitas casas de chá na cidade e que oferecem a famosa torta galesa , por influência dos imigrantes do País de Gales no século 19 .

Se gostar de frutos do mar , vá até o restaurante El Náutico Cantina , e na beira mar , não deixe de visitar o Bistro de Mar Nautico .





















O que levar ?

Além de câmera fotográfica e do kit de proteção solar (óculos de sol , boné e protetor solar) não pode faltar :

- Capa de chuva ;

- Corta vento ;

- Gorro , luvas e cachecol ;

** binóculo para avistar aves e animais distantes .






Compras :

Lojas de souvenirs não faltam .

Camisetas , bonés , moletons , pinguins e baleias (de pelúcia ) são os itens mais comuns .




Para conhecer mais sobre a Patagônia Argentina e Chilena , veja os outros

posts :


https://www.cliktrip.com.br/post/patag%C3%B4nia-argentina-ou-chilena-como-montar-um-roteiro


https://www.cliktrip.com.br/post/ushuaia-%C3%A9-mesmo-o-fim-do-mundo





1 comentário