• Patricia Viciana

Xian - Exército dos guerreiros de Terracota

Atualizado: 21 de Fev de 2019




A República Popular da China é o 3º maior país do mundo em área . Sua paisagem é variada , com florestas de estepes e desertos (como os de Gobi e de Taklamakan ) no norte seco e frio , próximo da Mongólia e da Sibéria (Rússia) , e florestas subtropicais no sul úmido e quente , próximo ao Vietnã , Laos e Mianmar . A oeste encontra- se o Himalaia e as montanhas Tian Shan , que formam fronteiras naturais entre a China , a Índia e a Ásia Central . Já o litoral fica na porção leste da China , tem baixa altitude e tem uma longa faixa costeira , fazendo fronteiras com Taiwan, Coreia (Norte e Sul) e Japão .

E quanto a riqueza cultural ??? A China possui diversos Patrimônios da Humanidade , eleitos pela Unesco .


O exército do imperador Qin , ou dos Guerreiros de Terracota , é uma coleção de esculturas de terracota que representavam os exércitos de Qin Shi Huang Di , o 1º Imperador da China . É uma forma de arte funerária que foi enterrada com o imperador em 210-209 a.C. e cuja finalidade era proteger o governante chinês em sua vida após a morte .


Qin Shi Huang Di , foi responsável pela transformação de reinos em guerra em um único país , acabando com o feudalismo . O símbolo do seu poder foi a construção da Grande Muralha e o exército dos Guerreiros de Terracota , que tinham a função de proteger sua vida pós a morte .

O fantástico exército é formado por cerca de 8 mil soldados , arqueiros e cavalos feitos de terracota ( argila amarela ) , em tamanho natural .

A Terracota é " literalmente" terra assada , em fornos com baixas temperaturas . Após queimar cada figura , passava- se uma camada de laca , para aumentar a durabilidade . Após esse processo , as peças eram coloridas para aumentar o realismo da aparência das figuras e de suas roupas e equipamentos . Devido a exposição ao ar , as peças sofreram descascamento ou descoloração .

As figuras de terracota foram encontradas em 3 diferentes trincheiras , e uma 4º foi encontrada vazia . Acredita-se que a trincheira maior , que tem mais de 6mil figuras de soldados , carruagens e cavalos , representavam a armada principal do 1º Imperador , em formação de batalha . Uma companhia de 204 soldados de infantaria armados com bestas e arcos forma a vanguarda do exército , seguida por 30 linhas de carros alternados com mais infantaria . Nos flancos há duas linhas de soldados voltadas para fora .


A segunda trincheira , localizada a 20 metros do poço 1 , tinha cerca de 1400 figuras da cavalaria e infantaria ( arqueiros , soldados ) , com carruagens e cavalos , e representava a guarda militar .

Essa formação , tem uma variedade maior de soldados e auxiliares : tem tanques e 2 comandantes ( um na última linha da vanguarda , e o outro em uma carruagem da combate , atrás dos tanques e da infantaria ) .


A 3 º , continha a unidade de comando , com oficiais de alto nível , oficiais intermediários e um carro de guerra puxado por 4 cavalos . É a menor , tem 68 figuras . A estátua do comandante não foi encontrada .



Todos os 8 mil guerreiros são figuras únicas , com feições diferentes umas das outras . Os detalhes estão nas roupas , armaduras , calçados , cintos e penteados . Muitos Guerreiros empunhavam armas de madeira , espadas , arcos , flechas e lanças que o tempo destruiu . A posição ajoelhada dos arqueiros é um dos destaques do exército .

Os arqueólogos suspeitam que houve influência de artesãos gregos , muito antes da Rota da Seda ser criada . Novas escavações e a descoberta de DNA grego na região indicam que esses 2 povos estiveram em contato próximo há mais de 2.200 anos .


O túmulo de Qin Shi Huang Di , fica numa grande colina (uma pirâmide de terra) a cerca de 1,5 km das trincheiras onde estão os Guerreiros , mas ainda não foi explorado , pois os estudiosos tem medo de " estragar " as estruturas ao serem abertas .

Acredita- se que o Mausoléu tenha sido construído em 246 A.c..


A descoberta desse tesouro arqueológico foi por acaso ...

Em 1974 , ocorreu uma grande seca na região . Alguns camponeses , estavam tentando cavar um poço para encontrar água para irrigação , e encontraram algumas cabeças e parte dos corpos de alguns Guerreiros .

Um fazendeiro ficou apavorado ao ver rostos humanos olhando para ele entre sua plantação de repolho perto da antiga capital chinesa de Xianyang . Quando arqueólogos foram analisar as estátuas encontraram o túmulo do imperador, onde estavam cerca de sete mil esculturas de soldados que formaram o famoso Exército de Terracota, também conhecido como Guerreiros de Xian.


Carruagens de bronze foram desenterradas e remontadas . Possuem metade do tamanho natural . Uma delas tem mais de 3.600 peças .


Ainda hoje , existe uma parte do exército soterrada , pois a China , em parceria com a Alemanha está desenvolvendo fixadores , que possam ser injetados no subsolo e garantam a permanência das cores , mesmo após a escavação .




Na saída do Museu Yang Zhifa , o camponês que descobriu acidentalmente os Guerreiros de Xian estava na livraria do Museu autografando um livro de fotos .



Como visitar os Guerreiros de Terracota ? A cidade de Xi’an fica na província de Shaanxi .

Pode - se ir de avião ou trem . Existem muitas linhas e horários de trem saindo de Beijing e Shanghai .

O centro arqueológico fica a 40 minutos do centro da cidade de Xi’an .

- De ônibus - e o ponto do ônibus é entre a estação e a muralha . Pegue a linha 5 , número 306 Desça no último ponto , e marque bem onde é porque será onde você pegará para voltar, só que do outro lado da rua .


Quanto tempo ?

Reserve um dia inteiro . Comece cedo o passeio , porque além do tempo da viagem e filas o local é bem grande contando com 3 trincheiras (Pits) para visitar .

A entrada no parque é 150 yuan no verão e 120 yuan no inverno . Estudantes pagam meia entrada . Para comer no parque tem Subway e outras opções . Mas leve água ( principalmente se a sua visita for no verão ) .


Compras :

No complexo existe uma loja que vende vários souvenirs referentes aos Guerreiros .

Você pode adquirir peças com certificado de originalidade .


#China #Oriente #PatrimôniodaHumanidade #Xi39an #Xian #GuerreirosdeTerracota #Arqueologia